Ter o imóvel próprio é o sonho de muitas pessoas. Ter um lugar para chamar de seu, do jeito que você sempre quis, envolve muitos fatores, e sempre pode gerar uma série de perguntas. Sendo essa uma decisão tão importante, uma das dúvidas que pode surgir é: casa ou apartamento?

Nós não vamos te falar qual é a melhor opção, essa é uma decisão que cabe a você. O intuito é te auxiliar, apresentando os pontos mais relevantes de cada tipo de imóvel. Vamos lá!?

Casa

Antes de se decidir em relação a um dos dois, é necessário analisar os pontos fortes e fracos de cada um. Vamos te mostrar agora as principais vantagens de se viver em uma casa.

  • Espaço

A imagem de casa que vem à cabeça tradicionalmente é uma edificação com telhado e um quintal. Apesar de não ser uma via de regra, é comum que casas sejam construções com mais espaço, seja interno ou externo à edificação.

Um quintal espaçoso permite mais opções de vivência, contato com o ar livre, mais espaço para as pessoas que vivem juntas, para receber visitas e dedicar às tarefas que demandam espaço.

Internamente, cômodos espaçosos também garantem conforto aos que vivem ali, permitindo mais opções de móveis e de utilização do espaço.

  • Privacidade e Liberdade

Viver em uma casa certamente garante mais privacidade a quem está ali. Nesse tipo de residência você não está diretamente em contato com nenhum vizinho, acima ou abaixo de você.

Isso permite que você se sinta mais livre, por exemplo, para reunir alguns amigos, familiares ou até mesmo nas suas conversas e atividades habituais.

  • Contato com natureza

Viver em casa, quase sempre é sinônimo de ter um espaço livre. Desde os menores quintais até as espaçosas chácaras, de alguma forma permitem respirar ar fresco e ter algum contato com a natureza, seja um vazo de tempero no seu gramado ou várias árvores no quintal.

As crianças estão sempre com muita energia para brincar, descobrir, explorar e se desenvolverem. Ao ar livre essas atividades ganham milhares de novas opções, estimuladas pela criatividade que os pequenos têm em abundância.

Os pets também não ficam fora dessa. Apesar de domesticados, os animais originalmente vivem na natureza, e com certeza, ficam bem mais felizes quando há espaço de qualidade para viverem.

Apartamento

Assim como as casas, os apartamentos também são soluções de moradia e ampliam as possibilidades dos diversos estilos de vida e as necessidades que cada um busca suprir.

Seja porque não abre mão de ficar próximo aos recursos, seja para ter acesso ágil para outras regiões ou até para garantir sua segurança, os apartamentos têm sido soluções para oferecer espaço para todos que habitam as cidades.

Pessoas que têm uma rotina apressada e precisam de um estilo de vida prático, são adeptas dos apartamentos. Quem vive sozinho, ou pessoas que passam boa parte do tempo solitárias, também costumam sentir segurança em apartamentos.

  • Segurança

É o que se busca em qualquer tipo de moradia. Apartamentos apresentam maior segurança, principalmente aqueles que contam com serviços de portaria e monitoramento.

Com serviço de portaria e vigilância, o controle das entradas fica seguro, dificultando possíveis invasões. Garagens com portão automático, câmeras instaladas nas áreas comuns, controle de acesso são dispositivos que aumentam a segurança de quem opta por morar em prédios.

Além disso a proximidade com os vizinhos, pode ser útil em alguns momentos, no caso de precisar de ajuda ou de algum problema ocorrer em seu apartamento, os vizinhos perceberão e poderão agir.

  • Economia e Praticidade

Os prédios ocupam as cidades, possibilitando que mais pessoas possam viver próximas aos recursos considerados relevantes. No centro encontra-se a maioria dos recursos das cidades, além de estar ligado a todas as regiões, oferecendo agilidade de acesso. Já os prédios que ocupam bairros fora do centro, geralmente estão próximos a polos provedores de emprego, ensino e demais recursos.

Outro motivo que leva as pessoas a preferirem apartamentos é o preço. As boas localizações estão cada vez mais disputadas, sendo que, quando é possível garantir o maior número de moradias no menor espaço, o custo deste terreno é divido entre todas as unidades, o que faz com que o preço seja mais viável economicamente.Não somente o terreno, mas qualquer custo que implique ao condomínio é dividido por todas as unidades, o que sempre leva a baratear os custos.

É importante lembrar que tudo que foi dito aqui não é necessariamente uma regra, um vez que cada caso é um caso, mas esses pontos servem para te dar um panorama geral na hora de se decidir. Além disso, fatores como preço, segurança e espaço podem variar de acordo com diversos elementos, como a localização por exemplo. Por isso é necessário avaliar sua condição e suas necessidades com bastante atenção antes de tomar sua decisão.

Deixe uma resposta

Fechar Menu